Shir Hashirim

Cântico dos Cânticos

Capítulo 1

1Cântico dos cânticos, que é de Salomão.
2[Ela] : Beije-me ele com os beijos de sua boca, porque teu amor é melhor do que o vinho.
3O cheiro dos teus perfumes é agradável; teu nome é [como] perfume sendo derramado, por isso as virgens te amam.
4Toma-me contigo, [e] corramos; traga-me o rei aos seus quartos. [Moças] : Em ti nos alegraremos e nos encheremos de alegria; nos agradaremos mais de teu amor do que do vinho; [Ela] : Elas estão certas em te amar;
5Eu sou morena, porém bela, ó filhas de Jerusalém: [morena] como as tendas de Quedar, [bela] como as cortinas de Salomão.
6Não fiquem me olhando por eu ser morena, pois o sol brilhou sobre mim; os filhos de minha mãe se irritaram contra mim, [e] me puseram para cuidar de vinhas; [porém] minha própria vinha, que me pertence, não cuidei.
7Dize-me, amado de minha alma: onde apascentas [o teu gado] ? Onde [o] recolhes ao meio- dia? Para que ficaria eu como que coberta com um véu por entre os gados de teus colegas?
8[Ele] : Se tu, a mais bela entre as mulheres, não sabes, sai pelos rastros das ovelhas, e apascenta tuas cabras junto às tendas dos pastores.
9Eu te comparo, querida, às éguas das carruagens de faraó.
10Agradáveis são tuas laterais da face entre os enfeites, teu pescoço entre os colares.
11Enfeites de ouro faremos para ti, com detalhes de prata.
12[Ela] : Enquanto o rei está sentado à sua mesa, meu nardo dá a sua fragrância.
13Meu amado é para mim [como] um saquinho de mirra que passa a noite entre meus seios;
14Meu amado é para mim [como] um ramalhete de hena nas vinhas de Engedi.
15[Ele] : Como tu és bela, minha querida! Como tu és bela! Teus olhos são [como] pombas.
16[Ela] : Como tu és belo, meu amado! Como [tu és] agradável! E o nosso leito se enche de folhagens.
17As vigas de nossa casa são os cedros, e nossos caibros os ciprestes.
0102030405060708